DIMENSÕES

DIMENSÃO PASTORAL: COMPREENSÃO ATUAL DAS SEIS DIMENSÕES


As seis dimensões têm a função de motivar:
• a variedade de aspectos e a unidade dinâmica que deve existir entre eles.

LINHA 1 – DIMENSÃO COMUNITÁRIO E PARTICIPATIVA


Esta dimensão revela a natureza da Igreja, sua identidade. A Igreja é convocada para ser comunhão pela participação de todos (76).

A dimensão comunitária compreende:
• A consciência da presença do Espírito vivificador que distribui dons e carismas;
• A vivência da comunhão, incentivando as diversas vocações e carismas.

Assim, a Igreja se organiza em estruturas sempre mais participativas, construindo a “unidade orgânica”, sinal da comunhão dos homens com Deus e dos homens entre si (77).

A Igreja se caracteriza essencialmente como “comunidade”(78).

As igrejas particulares (Dioceses), constituídas à imagem da Igreja Universal, são “IGREJAS”."Nelas e por elas existe a IGREJA CATÓLICA, UNA E ÚNICA" (LG 23). Nelas:as comunidades eclesiais; os movimentos ou grupos apostólicos; os leigos e os religiosos se reconhecem membros vivos do "Povo de Deus" (79).

LINHA 2 - DIMENSÃO MISSIONÁRIA

A comunicação exige missão (dinamismo essencial à igreja). A Igreja é levada, naturalmente, a continuar a missão de Jesus(ICM 113, 80).

A Dimensão Missionária é um aspecto da única e abrangente missão da Igreja; corresponde à 1 evangelização. Exige acolhimento (81).

João paulo II na RMi coloca esta dimensão na "missão para todos os povos" que se deve tornar uma realidade apegada na missão global de todo povo de Deus"(82).

A Dimensão Missionária deve enfrentar o desafio da "Inculturação da fé", encarnando o Evangelho nas culturas dos povos (83).

A igreja no Brasil, nos últimos anos, tem manifestado um novo ardor missionário "ad gentes", tanto no país, quanto além fronteiras (84).

LINHA 3 - DIMENSÃO BÍBLICO - CATEQUÉTICA

A palavra de Deus é a fonte da vivência comunicada e da missão.A Palavra de Deus: suscitaa fé; reúne os membros da Igreja e os integra no Corpo de Cristo (85).

O Povo de Deus, pela vivência do Ministério de Cristo:
- aprofunda o sentido da fé, levando à adesão á fé, aprofundada, e a aplica na vida (86).

O Povo de Deus, pela fé, realiza uma "interação" ou intercãmbio: entre a Palavra de Deus, as formulações da fé e as situações da vida nos níveis - pessoal, comunitário e social (87).

A Dimensão Bíblico - Catequética visa promover um processo de:educação pessoal e comunitária, educação progressiva e continua e educação orgânica e sistemática (88).

Na 29 Assembléia essa dimensão passou chamar-se "dimensão bíblico - catequética" para que se valorize a Palavra de Deus, contida na Bíblia (89).

A Dimensão Bíblico - Catequética convoca toda a Igreja a se fazer ouvinte da Palavra e confrontá-la com avida do mundo e da história. A Bíblia nutre e anima o ministério da Palavra (DV, 90).

LINHA 4 - DIMENSÂO LITÚRGICA

A Dimensão Litúrgica manifesta a igreja como:comunidade sacerdotal, organicamente estruturada pelos sacramentos, celebrando os mistérios da fé.

A Liturgia, pricipalamente a Eucaristia, celebra a Páscoa: morte e Ressurreição de Jesus Cristo.

A ação litúrgica deve encontrar espaçõs em todas as realidades da vida do cristão: suas aspirações, alegrias, sofrimentos e projetos (91).

A Dimensão Litúrgica manifesta: o caráter celebrativo da igreja; a comunhão eclesial.

A liturgia é para o Povo de Deus, momento de festa e de comunhão (92). A Litúrgia é fonte de evangelização. A Litúrgia celebra a "Boa Nova" (93).

Toda evangelização tem dimensão litúrgica e catequética. Pela Litúrgia, a craição inteira se torna "sacramentos de Deus" (94).

A Litúrgia precisa adaptar-se ao processo de "Inculturação", introduzindo novos símbolos, novos ritos sacramentais nas diversas circunstâncias de vida (95).

LINHA 5 - DIMENSÃO ECUMÊNICA e DIÁLOGO RELIGIOSO

A Igreja por ser "una e católica" é, na terra, "o germe e o início do Reino de Cristo e de Deus", Reino único e universal.

o principal motivo de credibilidade é a unidade dos seus membros.

Para que todos creiam é preciso que os discípulos de Jesus sejam "perfeitos na unidade". Diante da divisão dos cristãos, a Igreja, una e católica busca, urgentemente, o diálogo com as outras Igrejas cristãs (96).

Este movimento de unidade se chama "movimento ecumênico". participam deste movimento: os que invocam a SS. Trindade, os que confessam a Jesus como Senhor e Salvador, e o fazem não só individualmente mas também reunidos em Assembléia (UR1, 97).

Esse diálogo compreende: às outras religiões e a quantos procuram a verdade (98).É o diálogo religioso, ou melhor, inter-religiso que se aproxima, pedagogicamente, do "diálogo ecumênico".

No mundo pluralista e secularizado, fechado à transcendência, é importante unir esses dois tipos de diálogo para a abetura ao profundo mistério de nossas vidas: de onde viemos? Para onde vamos? (NA 1, 99).

LINHA 6 - DIMENSÃO SÓCIO - TRANSFORMADORA

A Igreja está presente no mundo. A Igreja, portanto, deve agir como fermento, levando ao mundo os valores e as exigências do Reino de Deus. Com "fome sede de justiça"(Mt 5, 6 - 10):
- solidariazar-se com as esperanças da humanidade;
- colocar-se a serviço dos direitos e da promoção do homem, principalmente dos mais pobres;
- denuncia as injustiças e as viol~Encias;
- luta por uma sociedade justa e solidária (101).

A Igreja presente na sociedade exige de seus fiéis, individualamente ou em grupos e organizações eclesiais:

- uma influência séria e profunda nessa sociedade
- a tomada de consciência de que deve contribuir para a transformação da sociedade (102).

A 29 Assembléia chama esta dimensão de "sócio-Transformadora" e não "profético - transformadora".

O Exercício da função profética deve estar presente em todas as dimensões da ação evangelizadora (103).

A dimensão sócio-transformadora desenvolve-se em três grandes áreas: educação, comunicação social, pastoral (104).

Fonte: texto distribuído na Assembléia do Zonal cidade da Diocese de Campina Grande, em 31/08/2008

inserido por Professora Ms. Aurea Ramos Araujo


Na Catedral, as dimensões: Bíblico-Catequética; Sócio-transformadora, Comunitário Participativa, Missionária e Litúrgica estão em funcionamento desde 2005.

Cada dimensão é formada por três integrantes das pastorais, serviços e movimentos. Sendo o coordenador, um desses representantes.

A reunião das dimensões acontece sempre após a reunião do conselho Pastoral Paroquial, tendo sido realizada a última em 14/10/2008, com a presença de Pe. Márcio Henrique, Administrador Paroquial da Catedral.

Professora Aurea Ramos Araujo
Pascom Diocesana

PROCISSÃO DA PALAVRA 02
Uma bíblia na mão e uma cruz no meu peito são dois jeitos são sinais. Sinais a dizer que há caminhos perfeitos é questão de segui-los são caminhos de paz.
1. No peito uma cruz e uma bíblia na mão e no coração um sonho teimoso gritar mil verdades de libertação e por mais difícil que seja servir o teu povo e seguir tua Igreja.

2. Eu creio no gesto e no verbo também e no Deus que vem mostrar mil caminhos eu creio em lutar por justiça e perdão e por mais difícil que seja servir o Teu povo e seguir tua Igreja.



FONTE:

Nenhum comentário:

Postar um comentário